Cabeçalho.jpg
Imagem 4.jpg

O IDT - Centro Norte é um instituto de estudos aplicados relacionados ao desenvolvimento do Centro Norte Brasileiro. 

 

Criado em 2017 pelo Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR-UFT), o IDT - Centro Norte é formado por professores e pesquisadores da Universidade Federal do Tocantins (UFT) e instituições parceiras. 

 

Saiba mais...

NOTÍCIAS

10-10-2018

 

Formação das economicas regionais no Tocantins: de núcleos urbanos isolados até o surgimento dos polos regionais imediatos

 

01-10-2018

 

Na aba TRABALHOS REALIZADOS

Diagnóstico situacional da estrutura econômica no estado do Tocantins. Clique aqui.

 

21-09-2018

 

No final do mês de agosto aconteceu o 2° Dia Técnico da Fruticultura do Perímetro Irrigado do rio Manoel Alves, município de Dianópolis, sudeste tocantinense. O projeto tem como principal objetivo elevar a produção agrícola e expandir a oferta de emprego e renda na região. Diante disso, segue o seguinte propósito: 

Esquema_planej_agr.jpg

No entanto, de acordo com o artigo publicado no começo do ano, Planejamento espacial e o projeto de irrigação rio Manoel Alves na microrregião de Dianópolis (TO), os impactos do projeto na estrutura econômica regional estão longes de cumprirem os seus objetivos iniciais. Cita-se os seguintes empecilhos:

 

.Ausência de instituições para intermediar e facilitar a aquisição de máquinas, equipamentos e linhas de financiamento;

 

.Conflitos fundiários entre as empresas instaladas e os agricultores familiares;

 

.Restrição no uso das águas da barragem para atividades direcionadas ao lazer e a psicultura;

 

.Inexistência de relatórios abertos ao público que acompanham a produção mensal e os projetos em andamento.  

 

Como resultado, recomenda-se a revisão do projeto a fim de incoporar essas novas variáveis. Caso os gestores implementem tais iniciativas, aumentam-se as chances dos residentes da região de Dianópolis melhorarem as suas condições de vida por meio da fruticultura irrigada. Espera-se que a atividade incorpore mais pessoas e que aproveitem a produção para criar agroindustrias. Todavia, isso ocorrerá somente com apoio institucional, acompanhamento técnico e envolvimento da população. Sem esses fatores, continuará tendo pouca representatividade nas bases econômicas municipais, observe: 

 

Gráfico_Manoel.jpg

Em 2015, a cada quatro trabalhadores registrado em Porto Alegre do TO, um estava envolvido na fruticultura irrigada. De fato, somente a partir de 2014 gera-se emprego nos dois municípios, embora a barragem tenha sido concluída em 2008. Por isso, atividade tem um enorme potencial, e o Instituto de Desenvolvimento Regional do Centro Norte brasileiro apoia essa iniciativa.  

14-08-2018

 

Na aba TRABALHOS REALIZADOS

O desenvolvimento econômico no Centro Norte brasileiro segundo o IFDM 2018 (ano base - 2016). Clique aqui.

 

A pesquisa analisa a atual capacidade dos municípios do Centro Norte brasileiro em gerar emprego e renda. Para tanto,  selecionada-se os cinco maiores em termos populacionais e os cinco maiores IFDM Emprego & Renda 2018 (ano base - 2016). Boa leitura. 

11-07-2018

 

Nos anos anteriores, a Serra dos Carajás, notável pela sua produção de minério de ferro, manganês e cobre, era uma das maiores geradoras de postos de trabalho no Centro Norte – BR. Contudo, de acordo com o subíndice IFDM Emprego & Renda 2018 (ano base – 2016), nenhum dos seus municípios obteve alto desempenho nesse parâmetro.

 

A queda do preço pago para essas commodities no mercado externo e o fechamento das indústrias de ferro-gusa comprometeram a realização de novos investimentos na região. Diante disso, a agropecuária aumentou a sua importância como atividade motriz em tal grau que os três maiores IFDM Emprego & Renda da região localizam-se nas fronteiras agrícolas, observe:

IFDM_Emp_2018_CN.jpg

Neste contexto, destaca-se São José do Xingu, nordeste do Mato Grosso, população estimada em 5.416 habitantes (IBGE - 2017), cuja principal atividade é suprir com gado os frigoríficos da região, em especial, a JBS de Confresa-MT. O segundo e o terceiro colocado, Luís Eduardo Magalhães-BA e Paraíso do TO, alcançaram bom desempenho por causa das agroindústrias, No caso do município baiano, além desse fator, a fabricação de insumos agrícolas, a manutenção de tratores, colhedeiras e demais maquinários, e a sua produção de soja, milho e algodão, colaboram para que se torne um dos principais criadores de empregos do Centro Norte – BR.

 

Para os próximos anos, entende-se que São José do Xingu-MT, em vista de suas limitações demográficas e agrícolas, possui restritas chances de permanecer na primeira colocação.  Em compensação, a estrutura agro-industrial de Luís Eduardo Magalhães-BA consolida-o como uma força econômica no Centro Norte – BR. Por sua vez, inexiste evidências que apontem uma recuperação produtiva do sul piauiense e do centro e norte do Maranhão em curto prazo. Sobre os municípios influenciados pelo extrativismo mineral da Serra dos Carajás, a sua concentração populacional é um elemento que possibilita a reversão das perdas auferidas no mercado externo. Desse modo, frisa-se o caso de Imperatriz-MA, que receberá uma unidade da empresa de lacticínios Piracanjuba, indústria que irá gerar empregos diretos e indiretos.

 

Os resultados apresentados demonstram que a economia do Centro Norte – BR aumentará a sua dependência pelo agronegócio. Aqueles municípios que dominarão alguma parte dessa cadeia produtiva se tornarão os mais rentáveis da região. No entanto, como a maioria possui restritas condições em atrair estabelecimentos industriais e comerciais voltadas para setor agropecuário, permanecerão pouco atuantes no cenário econômico regional.    

04-07-2018

 

No início da semana, a FIRJAM divulgou o seu índice de desenvolvimento municipal (IFDM) para o ano de 2018 (ano base - 2016). Palmas-TO foi oúnico município do Centro Norte - BR que manteve o alto desempenho, observe:

IFDM_2018_CN.jpg

Dos cinco maiores, somente Luís Eduardo Magalhães não é município do Tocantins. Por outro lado, aumentou-se a quantidade de municípios com baixo desenvolvimento em relação a 2015 (ano base - 2013), sendo o estado do Piauí o  mais afetado pela crise econômica, inclusive tendo o município com pior desempenho no Centro Norte - BR (Sebastião Leal - 0.353). Além disso, denota-se que a tendência de minimização das desigualdades internas se arrefeceu nestes últimos 3 anos. 

 

Na próxima semana analisaremos o subíndice Emprego & Renda. 

02-05-2018

 

Novo artigo publicado 

Incentivos fiscais e as variações locacionais dos ramos agroalimentares nos municípios do Tocantins.

22-03-2018

 

Na aba TRABALHOS REALIZADOS

Mapeamento dos Arranjos Produtivos Locais no estado do Tocantins. Clique aqui.

28-02-2018

 

Novo artigo publicado 

Governança universitária e custos de transação nas universidades da Amazônia Legal brasileira. 

28-02-2018

 

No dia 20 de fevereiro recebemos a visita dos pesquisadores Dra. Mary Paula Arends da Illinois University e do Dr. Pery Shikida da Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE. Junto com os alunos e professores da UFT, conversaram sobre a perspectiva de implementar uma agenda de pesquisa que analisa as perdas na produção de soja no estado do Tocantins. 

Visita_20 de fev.jpg

18-02-2018

 

Na aba TRABALHOS REALIZADOS

IPTU nas cidades médias brasileiras: o caso de Palmas-TO. Clique aqui.

13-02-2018

 

Novo artigo publicado 

O planejamento espacial e o projeto de irrigação Manuel Alves na microrregião de Dianópolis (TO). 

08-01-2018

 

A reportagem Landlocked, a Raiway Remains Idle in Brazil de Mário Osava da agência de notícias IPS News, que teve contribuições dos pesquisadores do IDT Centro Norte Thiago J. A. de Oliveira e Lilian Bracarense está disponível aqui.  

12-12-2017

 

Novo artigo publicado 

O desenvolvimento regional do Centro Norte brasileiro: uma abordagem a partir da teoria de Douglass North.

06-12-2017

 

Os pesquisadores do IDT Centro Norte Thiago J. A. de Oliveira e Lilian Bracarense sendo entrevistado pelo jornalista da agência internacional de notícias IPS (Inter Presse Service) Mário Osava. O tema: os impactos da Ferrovia Norte Sul (FNS) em sua área de influência. 

20171205_175623.jpg

27-11-2017

 

Lançado oficialmente o Instituto de Desenvolvimento Territorial do Centro Norte Brasileiro - IDT Centro Norte.

 

anúncio.jpg